Campo Bom segue com fiscalização intensa desde o início da bandeira preta

Desde um fim do mês de fevereiro, quando todo o Rio Grande do Sul entrou em bandeira preta no modelo de distanciamento controlado, em função do Coronavírus, Campo Bom intensificou a fiscalização com iniciativas mais rigorosas e conscientização da comunidade. Desde 24 de fevereiro até quinta-feira, 22 de abril, a fiscalização campo-bonense realizou 563 abordagens, com 192 notificações, seis autos de infração e 33 interdições temporárias. Em média são 15 orientações diárias e dez denúncias, via WhatsApp e telefone. “A partir da exigência por parte do Estado, de maior rigor, criamos equipes de apoio, formadas por servidores de diversas secretarias que atuam ao longo do Parcão e da ciclovia, além de outros espaços públicos, orientando a população sobre o uso correto da máscara de proteção e evitando a permanência e aglomerações nos espaços públicos, além do apoio à fiscalização e monitoramento do cumprimento das restrições dos decretos municipais e estaduais em vigor”, diz o prefeito Luciano Orsi, ressaltando que o rigor terá de ser ainda maior, agora, com as novas flexibilizações anunciadas pelo Governo do Estado.
O secretário de Segurança do município, Rosalino Constante Seara, destaca que Campo Bom conta com cerca de 50 pessoas nas ruas, desde o ano passado, entre fiscais da Prefeitura e voluntários, atuando na fiscalização e conscientização. “Criamos um grupo de operações integradas, composto pela Secretaria de Segurança, o setor de Fiscalização da Prefeitura, a divisão de Zeladoria, o Corpo de Bombeiros, a Brigada Militar e a Fiscalização de Trânsito. Essa força vem fazendo rondas diárias no município para inibir aglomerações e atividades em horários restritos, além de estar atendendo a denúncias feitas por telefone (3598-8600) pelos moradores”, explica o secretário.
Fotos: Divulgação/PMCB

Leia  Prefeitura de Sapiranga chama a atenção para o acúmulo de entulhos na cidade

Deixe uma resposta